Sábado, 12 de Setembro de 2009

 

A noite cai, e em vão

eu espero pela razão

De tudo ser assim,

de tudo afastar-me de ti.

 

Tudo passa, tudo muda

eu continuo comigo

Diferente depois do que vivi

Mas igual sem ti aqui.

 

O fogo corrói, destrói;

depois da beleza e paixão

que mostram um esplendor que dói 

antes da solidão.

 

A escuridão da noite

assusta-se com a luz,

o consumo da vida

com que a chama seduz.

 

O mundo continua

impávido e sereno

face à floresta nua

que o fogo vai corroendo.

 

Seduz-me outra vez

com esse encanto teu,

pela adrenalina, talvez;

ou desilusão dos estragos teus.

 

Leva-me contigo

Na eterna dança da tua revolta.

Arrasta-me que eu deixo-me ir comigo

Sem nínguem para me trazer de volta.

 

No tempo da MINHA revolta

Tu trouxeste-me luz,

Paz, solidão e fuga remota

Agora já ninguem me conduz.

 

 

 

Eu fiz este poema, e eu própria não consifgo perceber bem o que para aqui vai....é uma pequena mistura de muito do que me vai na alma neste momento... podem comentar, gostava eu própria que me ajudassem a perceber.

 

publicado por 994marie1904 às 15:12

Segunda-feira, 07 de Setembro de 2009

These are the darkest clouds
They have surrounded me
Now I find my self alone
Caught in a cage
There's no flower to be found in here
Not withering or pale to me
Everyone with a friendly face
Seems to hide some secret inside

 

He told me he loved me
While he laughed in my face
He just led me astray
He took my virtue
I feel so cold inside
Sorrow has frozen my mind

 

My heart is covered with thoughts entangled
How could it ever have felt so real?
Is there a place more lonely
Than I feel within?
Could I have seen? Could I have known?
I just took it as the truth
Everyone with a friendly face
Seems to hide some secret inside

 

He told me he loved me
While he laughed in my face
He just led me astray
He took my virtue
I feel so cold inside
Sorrow has frozen my mind

 

Always there to remind me
To keep me from believing
That someone might be there
Who'll free me and never ever leave me

 

He told me he loved me
While he laughed in my face
He just led me astray
He took my virtue
I feel so cold inside
Sorrow has frozen my mind
 

publicado por 994marie1904 às 19:37


mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


subscrever feeds