Quinta-feira, 08 de Março de 2007

Se eu pudesse adivinhar

o que me vai na alma

e o conseguisse tirar,

Para ficar apenas eu,

estática,completamente calma

E conseguir estudar

Porque a bem ou a mal tenho que o fazer

e não consigo prever

o que vou pensar,nem o que vou sentir

Nem sequer o que me vai distrair

Sempre quis ter tempo para tudo

E acabo por não fazer nada

com o que tenho, o meu ser anda mudo

De tanta voz dentro de mim

Não consigo estar parada

Tal é o sossego que procuro em Ti

que não encontro

E continuo só,

na minha falta de tempo e agitação

Agitação interior que me consome só

por não saber a definição

de mim...que amigos,

que desejos, o que EU espero de mim

porque os outros esperam dever

para com os outros e comigo

Talvez o último não interesse rever

Não penso que alguém pense em mim...

A minha dedicação aos outros é bem maior

que o contrário. Precisava de um major

para não pensar, apenas fazer o que me mandam

Sem saber o porquê, nem nada, apenas porque mandam

Isto deve ser sobretudo cansaço

Cansaço da minha escravidão,

que me deixa sem razão...

Que melaço...

Que melancolia mais melancólica

deste ser meu

Que não sabe o que lhe vai na alma...

                                                                                                        Marie

publicado por 994marie1904 às 20:41
música: Missing (Evanscence)


mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31