Segunda-feira, 01 de Agosto de 2011

São 17h14 do dia 1 de Agosto de 2011, numa sala, de janela fechada e a escurecer... Olho pela janela e chove lá fora em pleno inicio de férias de Verão para a maioria das pessoas. E no escuro da Central penso como é possível muitas vezes preferirmos a escuridão à luz... e olho pela janela e percebo que já o fiz demasiadas vezes e que continuarei a fazê-lo se as circunstâncias me "obrigarem"... A escolha de o fazer é minha mas o escuro é menos assustador, a luz ofusca e tira-nos a visão pelo menos durante uns minutos. É tudo tão brilhante que temos medo de sermos nós mesmos e descobrirem a escuridão dentro de nós. A minha guardo-a bem, está reservada apenas a mim mesma... talvez a quem me apanhar de frente num dia como o de hoje tenha a oportunidade de a vislumbrar assim muito ao de leve.

No escuro é tudo mais familiar, os olhos habituam-se rapidamente à escuridão e os seus braços embalam-nos muitas vezes na nossa miséria. Tudo está de acordo com o nosso estado e tudo se compõe no nosso pequeno canto de desespero, " se há luz lá fora, quero que haja luz em mim..." mas há dias em que é tão distante, o caminho tão sinuoso que o que fazemos é "deixar arder" num incêndio em que não temos acessos ao local... esperar que a luz chegue até nós e num acto final de coragem nos atiramos para ela pensando que será a resolução instantânea dos nossos problemas... A felicidade não nos é dada, nem a devemos ter por adquirida, tal como a luz... Pode bastar-nos andar uns passos e ligar o interruptor, mas se nunca ganharmos a coragem de percorrer esses passos a lâmpada não irá ligar-se porque a nossa vontade manda mas a coragem escasseia.

Só quero que este dia acabe, como queria desesperadamente que ontem acabasse, e como provavelmente vou querer que acabe amanhã... O frio entra, não só para dentro de casa, mas para dentro do coração das pessoas... parece que tudo se esqueceu que somos todos seres vivos...

Oiço risadas ao longe, faço um sorriso quando alguém entra e experimento a minha melhor voz a falar ao telefone, mas até isso já custa... 

 Hoje não tenho a coragem necessária para ligar a luz... vou ficar às escuras até amanhã... 

Sem mais... TERMINADO

publicado por 994marie1904 às 17:14


mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31