Terça-feira, 18 de Maio de 2010

Ontem eu sonhei que fugia... estava continuamente a correr, tudo passava por mim mas nada era razão para eu parar. Ninguém vinha atrás de mim, nem niguém estava à minha frente, eu não corria para nada, e nada me aparecia no horizonte... era apenas eu, a correr sem saber do que fugia, ou do que ía atrás... e corria, não havia sinais de cansaço nem folego que me faltasse. e corria, não havia vento na minha cara nem transpiração no meu corpo... e corria, mas não havia meta a atingir nem casa de partida para onde voltar... e corria, mas não havia ninguém à minha espera e muito menos alguém que me acompanhasse, ou que o tentasse... mas eu continuava a correr... no nada, no vazio, na utopia do para existir o nada como definição tem de existir alguma coisa para comparação, e tudo surgiu...eu já não estava a correr, eu já nem me conseguia mexer...

 

Hoje, os pesadelos continuam a assombrar-me e muitas vezes nem a dormir consigo fugir da realidade que tento evitar a todo o custo...mas há outras realidades que me fazem muito feliz, das quais sinto falta, das quais me quero reaproximar e vivê-las ao máximo. a primeira é Deus... Ele sempre esteve comigo e tenho-O mantido à parte do meu mundo mesmo sabendo que Ele vai lá estar... a segunda é a minha mãe e a minha família, de vez em quando descarrego neles por serem as pessoas mais próximas de mim e eles não merecem... a terceira que na minha opinião está incluída na segunda, são os meus amigos que invariavelmente acabo por afastar pela minha submersão nos meus problemas... a quarta mas que para mim tem muita importância. O meu curso, que me tem apaixonado desde o primeiro dia e nunca me desiludiu, sempre correspondeu e até excedeu as minhas expectativas... por tudo isto eu posso dizer que tudo o resto vale a pena... os pesadelos, as noites mal dormidas e os dias em queixas constantes... Tudo isto vale a pena se o que me faz feliz continua cá!

 

Eu vou continuar a aguentar tudo porque nada do que me façam para me deitar a baixo se compara com a força que todos me dão... eu vou ultrapassar isto...toda esta dor, angústia e saudade! Por mais que me puxem o tapete eu vou sempre levantar-me a sorrir, a rir da vossa cara que só ficam felizes quando me vêem no chão... Gostavas de me ver chorar de novo não gostavas?? Esse é um prazer que nunca mais te vou dar!:P

 

 

 

publicado por 994marie1904 às 01:45

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 




mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds